cabecalho

Tradutor

ptenfrdeelites

Informação por email

Subscrever

Se quiser receber a informação do Sindicato por e-mail, inscreva-se aqui

Protocolos

logo medio1

Formação

Administração com medo da greve na IP

REFER FusaoCom medo do impacto da greve de dia 12, a administração enveredou pelo caminho da ilegalidade, com o objectivo de condicionar os trabalhadores na sua luta pela defesa do aumento intercalar de salários para todas as empresas do universo IP.

A consulta que está a fazer junto de diversos trabalhadores para verificar quem tem intenções de aderir à greve é ilegal e passível de processo crime e faz parte de algumas manobras de diversão que poderão estar em curso (os próximos dias nos dirão mais alguns sinais), com o objectivo de fugir às questões centrais, a resposta à reivindicação de aumento intercalar dos salários, na base da qual foi entregue o pré-aviso de greve para dia 12 de Março para a IP-Infraestruturas de Portugal; IP-Engenharia; IP- Telecom; IP-Património.

Nenhum trabalhador, sindicalizado ou não, tem qualquer obrigação de informar o empregador de que vai aderir a uma greve, mesmo no caso deste lho perguntar.

O Sindicato apresentou uma queixa na ACT – Autoridade para as Condições de Trabalho e se a administração insistir nesta linha de ilegalidade, podemos avançar com queixas crimes contra a administração ou directores/chefias da empresa que persistam em saber dos trabalhadores se fazem ou não greve.

Ficha Inscrição

Sindicaliza teFicha de inscrição de associado

Ponto Seguro

ponto seguro